sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Escritor de janeiro

Ilse Losa

         Ilse Lieblich Losa, escritora portuguesa de origem judaica, nasceu na Alemanha em 1913, onde frequentou o liceu e um instituto comercial em Hannover.
        Ameaçada pela Gestapo de ser enviada para um campo de concentração devido à sua origem judaica, abandonou a Alemanha em 1930, partindo para Inglaterra onde teve os primeiros contactos com escolas infantis e com os problemas das crianças.
       Chegou a Portugal em 1934, ficando a residir na cidade do Porto, onde casou com o arquiteto Arménio Taveira Losa e adquiriu a nacionalidade portuguesa. 
       Em 1943 publicou o seu primeiro livro, "O mundo em que vivi", que retrata o ambiente de guerra vivido, ainda em criança, na Alemanha. A partir daí dedicou a sua vida à tradução e à literatura infanto-juvenil, tendo recebido o Grande Prémio Gulbenkian em 1984, para o conjunto da sua obra dirigida às crianças. Recebeu também o Grande Prémio de Crónica, da Associação Portuguesa de Escritores, devido à sua obra “À Flor do Tempo”.
        Colaborou em diversos jornais e revistas, alemães e portugueses, traduziu antologias de obras portuguesas publicadas na Alemanha, bem como alguns dos mais consagrados autores, do alemão para português.
        É autora das obras Faísca conta a sua história, Um fidalgo de pernas curtas, O quadro roubado, A minha melhor história, Beatriz e o plátano, Na quinta das cerejeiras e O Príncipe Nabo, que se podem encontrar nas bibliotecas escolares do nosso Agrupamento.
        Faleceu na cidade do Porto a 6 de janeiro de 2006.
Fontes: Wook e Infopédia


Sem comentários:

Publicar um comentário